Artigos

Tratamento de Lombalgia

Tratamento lomgalgia - Clínica Mais Coluna de QuiropraxiaO que é?

A região lombar é formada por cinco vértebras que sustentam todo o restante da coluna vertebral. Além disso, a última vértebra lombar é ligada com o osso sacro, que se conecta com duas grandes estruturas chamadas de “osso ilíaco”, considerada como a base de toda a coluna.

Qualquer problema nestas estruturas pode comprometer o funcionamento da coluna e trazer uma infinidade de complicações ao paciente.

O tipo mais conhecido de lombalgia é a de origem mecânico-degenerativa, caracterizada pelo funcionamento inadequado das estruturas da coluna vertebral, que se desgastam e inflamam com o decorrer da vida através dos maus hábitos posturais, traumas, e desordens emocionais associadas.


Quais os sintomas?


O termo lombalgia refere-se a qualquer tipo de dor na região baixa da coluna vertebral e os tipos de desordem dependem da estrutura afetada e do fator que causou a lesão.

Os sintomas envolvem desde um leve incômodo na região baixa da coluna que não se agravam com o movimento, como também podem apresentar dores realmente incapacitantes, que impedem o paciente de realizar qualquer tipo de movimento, e com sintomas neurológicos de dormência, formigamento, e perda de força dos membros inferiores.


Nos casos em que existem sintomas neurológicos, é possível que seja por problemas causados no disco intervertebral, também conhecido pelo termo “hérnia de disco”; por estreitamento do canal em que passa o nervo (Estenose); ou por pinçamento de estruturas ósseas nos nervos (osteofitose), conhecidas popularmente como bico-de-papagaio.

Como é o Tratamento?


Nos processos inflamatórios da coluna lombar, é muito comum encontrarmos uma sequência de outras disfunções que se agravam com o decorrer do tempo e formam um ciclo vicioso onde notamos as seguintes situações: Quando uma articulação passa a não exercer a sua função normal, os músculos envolvidos contraem demasiadamente, exigindo das estruturas estabilizadoras da coluna vertebral que, inflamarão e provocarão os sintomas da dor ou desconforto.

A dor é sempre um sinal de que algo está errado e quando o corpo percebe esta mensagem, reage com maior rigidez como tentativa de defender aquela estrutura, que neste caso, infelizmente, provocam agravamento da funcionalidade mecânica do corpo e dando continuidade ao ciclo vicioso relatado anteriormente.


A Quiropraxia tem o objetivo de anular este ciclo vicioso através das técnicas manipulativas nas articulações com problemas, normalizando o funcionamento mecânico do corpo e consequentemente, reduzindo os sintomas de dor e inflamação.


No caso das lombalgias, é fundamental que haja uma avaliação correta do que está causando os sintomas de dor. Além dos exames físicos realizados pelo quiropraxista, exames laboratoriais podem auxiliar no diagnóstico e contribuem no tratamento quiroprático da lombalgia.