Artigos

Tratamento de Dor Ciática

Tratamento Dor Ciátia - Clínica Mais Coluna de QuiropraxiaO que é?

A dor ciática, também conhecida por “ciatalgia” é um tipo de dor causada pela irritação do nervo isquiático por estruturas da coluna vertebral (disco intervertebral ou deformidades ósseas) ou por músculos localizados na região glútea.


O nervo isquiático é o principal nervo dos membros inferiores. Ele controla as articulações do quadril, joelho e tornozelo; e também os músculos posteriores da coxa e os músculos da perna e do pé.

Além de ser o músculo mais longo do corpo, carrega também a fama de ser uma das regiões mais dolorosas quando inflamada, podendo levar até a incapacidade de movimento dos membros inferiores nos casos mais graves.


Quais os sintomas?

A dor ciática clássica é caracterizada por uma dor profunda na região glútea que se estende para o quadril, atrás da coxa, panturrilha e pé. Além da dor, pode haver adormecimento ou sensação de formigamento nestas regiões e, nos casos mais graves, o paciente pode ter dificuldade de movimentar e controlar a perna.

Embora a ciatalgia seja um termo relativamente comum, o verdadeiro significado do termo é muitas vezes mal compreendido, pois, ciatalgia refere-se a uma série de sintomas, e não o diagnóstico para o que está irritando o nervo e causando dor.

Como é o Tratamento?

Devido ao fato de que varias condições podem comprimir o nervo isquiático e causar a dor ciática, as formas de tratamento podem variar. Neste caso, o quiropraxista realizará uma série de testes ortopédicos e neurológicos a fim de identificar a estrutura afetada. Em alguns casos, exames laboratoriais auxiliarão na conclusão do diagnóstico possibilitando um tratamento mais direcionado.


O tratamento quiroprático para ciatalgia possui excelentes resultados no alívio dos sintomas dolorosos e nos casos em que a lesão foi causada por compressão do disco intervertebral, o paciente deverá ser acompanhado periodicamente para que não haja recidiva do quadro inflamatório. Mudanças do estilo de vida e inserção de exercícios físicos também são fundamentais na prevenção de desordens do nervo ciático.